Translate

quarta-feira, 6 de abril de 2016

JESUS NUNCA EXISTIU!

   Olá meus queridos. Sejam mais uma vez bem-vindos ao blog Trabalhadores da Luz.
   Hoje sem dúvidas o tema é polêmico e exatamente por isso eu peço que todos vocês prossigam a leitura antes de fazerem algum tipo de julgamento, pois adianto que analisar essa postagem somente pelo título não servirá de nada e vocês estarão perdendo uma grande história. Caso queiram compreender a essência total desse texto, é necessário que leiam até a última palavra, e será um verdadeiro “teste” para muitos ler esse texto até o final. Repito, se você quiser entender a essência desse texto, é necessário que o leia por completo e não somente uma pequena parte achando que já entendeu o assunto, porque o assunto virará outro em determinada parte do texto, onde você perceberá que o que estava pensando antes não era exatamente o que eu estava querendo dizer.


   Jesus nunca existiu. Estou fazendo essa “afirmação”, e sugiro que para quem ainda não conheça o Blog por inteiro, que leia a primeira postagem desse blog, ainda no ano de 2013, intitulada “Introdução: Discernimento e Verdades”, mas se você não quiser perder tempo e ler essa postagem antiga, eu posso então dar uma pequena prévia do que falo naquele texto, de forma a passar a essência da coisa a todos vocês.
   Naquele texto, eu explico como todas as verdades são verdades e deixo bem claro que esse blog não tem nenhuma intenção de passar nenhum tipo de verdade, pois somente vocês, ao buscarem dentro de si mesmos, são capazes de trazerem a verdade de vocês. Ninguém de fora pode chegar com alguma verdade que seja uma verdade superior à aquela verdade que veio de dentro de si mesmo e justamente por isso, eu devo explicar que essa é uma postagem em que será necessária muita mente aberta, sem nenhum tipo de dogma ou crença, pois caso não estejam abertos, muito provavelmente não entenderão nada da postagem, nem o intuito da postagem e nem mesmo a história aqui narrada, ao mesmo tempo em que as ideias apresentadas aqui não são ideias que chegam com a intenção de expressar algum tipo de verdade Universal e nem de mudar a verdade de ninguém. Agora podemos começar.

   Jesus nunca existiu. O jesus da Bíblia foi um personagem fabricado pela “mídia” da época, que eram as religiões. Nem ao menos passou algum homem de nome Jesus por essas Terras. O nome de Jesus é tão falso quanto a sua história, história aliás muito bonita, mas falsa na mesma proporção em que é linda.
   As religiões modificaram totalmente muitas das histórias do passado, deturpando-as de forma a condicionar todas elas da melhor forma que se encaixasse em seus ensinamentos, ou seja, da melhor forma possível para condicionar e ter o controle sobre a população. Sendo assim, tivemos quase que em totalidade as histórias do passado modificadas e deturpadas, isso para não falar das histórias inventadas por completo e também dos livros proibidos que foram arrancados dos livros sagrados do passado, porque continham informações que iam totalmente contra o que as religiões “´pregavam” como uma verdade absoluta.

   O tal de Jesus de Nazaré nunca existiu e é engraçado porque ele não existiu naquela época, mas hoje ele existe de alguma forma. Ele existe hoje em dia porque ele foi criado como uma “consciência arquetípica”, devido ao grande volume de pessoas que realmente acreditam em sua existência. Quando um grande número de pessoas acredita em algo, essa consciência de massa das pessoas tem o Poder de Criar o que quer que seja, até mesmo uma nova consciência, ainda que seja arquetípica. Mas será então que tudo que está escrito é uma mentira? Será que não existiu nenhum grande Mestre naquela época? De onde todas as histórias surgiram? O que as inspirou?
   Pois é meus amigos. Sim, existiu uma pessoa naquela época. A pessoa que existiu naquela época é a pessoa que se basearam para inventar o personagem fictício chamado Jesus de Nazaré. Conheçam agora um pouco da história de Yeshua Ben Joseph, aquele que representou a energia Crística no Planeta Terra naquela época.
   Yeshua Ben Joseph é o verdadeiro Mestre que ascendeu e se iluminou.
   Yeshua era um homem que nasceu em uma família “média” naqueles tempos. Eles não eram nem pobres e nem ricos, mas a família de Yeshua já não tinha uma boa fama antes dele nascer, visto que ele nasceu de um relacionamento onde seus pais ainda não eram casados na época. Óh, sim, aquele que chamam de Jesus nasceu de um relacionamento normal, envolvendo sexo entre um homem e uma mulher e um parto/nascimento, assim como ocorre na humanidade. Essa história de filho que nasceu de mãe virgem é uma das milhares de mentiras que inventaram para fantasiar o personagem que inventaram, chamado Jesus, e tudo isso porque aquele menino não havia nascido de um casal de marido e mulher, ao menos de acordo com as tradições da época, e para esconderem esse fato resolveram inventar essa pequena mentirinha, mas vamos voltar ao contexto para não nos perdermos aqui...

   Yeshua nunca foi bem visto então pois sua própria família não era bem vista naquela sociedade, mas Maria, sua mãe, sabia que seu filho era um tipo de Messias. Ela sempre soube que carregava em seu útero um filho que viria para mudar o Mundo pois seria o Messias, mas mesmo Maria começou a duvidar da certeza que tinha, conforme Yeshua ia crescendo.
   Yeshua era um jovem rebelde, que lutava contra o sistema judaico da época e principalmente contra as crenças do judaísmo daquela época. Yeshua não suportava a ideia de um Deus vingativo, que punia e castigava. Dentro dele ele sentia que existia um Deus muito diferente daquele Deus tão maldoso que os Judeus diziam ser o verdadeiro Deus, e dessa forma ele não aceitava seguir as “ordens” do judaísmo e nem a se adequar naquela sociedade.
   Yeshua também andava com os pobres, mendigos, bêbados e prostitutas, e era nesse ambiente em que ele se sentia livre para dizer o que pensava e ser quem era verdadeiramente, e era nesse ambiente em que ele se sentia totalmente bem e em casa, pois ali ele podia se expressar sem se preocupar com nada e podia fazer o papel de um rebelde que era verdadeiramente.
   Yeshua também se apaixonou e teve uma filha, mas diferentemente do que as pessoas pensam, a mulher que se casou com ele não era Maria Madalena, mas jajá falamos de Maria Madalena. Yeshua conheceu uma mulher, à qual eu não me recordo o nome agora, e por ela sentiu profundo e verdadeiro amor, mas não tinha chegado a se casar com ela ainda. Com esse relacionamento, que era escondido até mesmo de seus pais, ele acabou tendo uma filha.

   Para evitar os falatórios naquela época, ainda mais em se tratando dele, ele então resolveu se casar com a mulher, afinal ela estava grávida e era o melhor que eles poderiam fazer. Yeshua então se casou, mas poucos dias depois de se casarem, a filha que tiveram veio a falecer. Sua filha ficou doente e acabou morrendo cedo. Vamos desviar um pouco aqui da história e explicar o desencarne de sua filha. A menina que Yeshua teve era um anjo encarnado. É muito parecido com as crianças cristais e diamantes que encarnam hoje em dia, mas naquela época a energia da Terra ainda era absurdamente mais baixa do que a de hoje, e era muito difícil que uma alma daquelas, tão elevada como a daquela criança, conseguissem permanecer aqui depois de sentirem o choque de realidades ou choque vibracional. Foi isso que aconteceu com a filha de Yeshua.,.. ela não conseguiu se adaptar à energia tão densa desse Planeta, e então resolveu voltar para o outro lado do véu.
   Parece que seria ideal que as coisas terminassem por aí, porém Yeshua ainda iria passar por um outro grande trauma, logo em sequência de ter perdido sua filha. Pouco depois, coisa de poucas semanas depois, sua esposa adoeceu e acabou falecendo também. Foi algo bem rápido e mal teve tempo de Yeshua entender o que estava acontecendo. A morte de sua esposa era uma questão kármica, mas não um karma envolvendo Yeshua, mas sim karma dela próprio. Talvez Karma não seja a melhor palavra para usar nesse caso, pois na verdade a esposa de Yeshua havia vindo a esse Planeta para ser quem foi e fazer o que fez. Essa era sua missão, missão essa que mudaria totalmente o rumo da vida de Yeshua depois disso. Ela escolheu e se dispôs a fazer esse papel tão importante, antes mesmo de encarnar. Essa havia sido uma escolha dela.
   Yeshua sofreu muito com esses acontecimentos, e então havia jurado nunca mais se envolver dessa forma com nenhuma outra mulher, pois não queria mais sentir essa dor nunca mais, mas eis que entra agora Maria Madalena na história.

   A história de Maria Madalena não será contada nessa postagem, pois é uma história que merece um texto no mínimo do mesmo tamanho que esse, e se bobear ainda maior, e esse texto já se alongou muito para uma postagem de blog, e por isso eu começarei a concluir a postagem dando apenas um resumo De quem era Maria Madalena e qual seu envolvimento com Jesus.
   Maria Madalena sofreu rejeição mesmo antes de nascer, ainda quando estava nos planos espirituais. Sofreu rejeição de seus pais antes mesmo de nascer. Depois de nascer, foi rejeitada aqui fisicamente também nesse Plano. Sua mãe desejava que ela nunca tivesse nascido e às vezes desejava que ela morresse, e seu pai nunca estava nem aí para ela. Quando fui ficando mais moça, começou a ficar uma moça muito bonita, e então seu pai finalmente prestou atenção nela pela primeira vez, e abusou sexualmente dela. Maria Madalena ainda foi abusada por outros homens, enganada, traída e abandonada inúmeras vezes, e por isso ela havia se tornado uma mulher que apenas tinha uma sede de vingança de todos os homens. Maria Madalena havia se tornado uma mulher que tinha como objetivo fazer todos os homens sofrerem, e nesse caminho acabou entrando no mundo da prostituição também, e foi aí que conheceu Yeshua.

   Essa história de M.M foi um resumo bem resumido, pois é muito grande sua história, mas o fato é que quando ela conheceu Yeshua, ela viu que aquele homem tinha alguma coisa de diferente e começou a mudar a percepção que ela tinha sobre os homens. Com o tempo, passaram a se relacionar, faziam amor e estavam sempre juntos, mas Yeshua havia prometido nunca mais se casar, e o amor entre eles era muito puro. Não havia necessidade de firmarem um compromisso ou juramento, pois eles sabiam que eram livres e a melhor forma deles se relacionarem era daquela forma. Yeshua, nessa época, já havia despertado, e foi o responsável não somente por mudar completamente a vida de M.M, como também o responsável por ajudar no caminho do despertar dela, afinal ela veio a se tornar uma Mestre assim como Yeshua também era, inclusive levando à frente todos os ensinamentos de Yeshua depois de sua morte na cruz.
   Voltando um pouco agora e focando novamente somente em Yeshua, o despertar de Yeshua ocorreu realmente quando ele esteve no deserto, mas seu despertar foi um encontro dele com ele mesmo, foi uma viagem entrópica, onde ele descobriu que ele era Deus e que todos eram Deus assim como ele também era. A tentação do tal do Diabo pela qual as escrituras falam, foi na verdade um aspecto de Yeshua que ele reconheceu ser parte dele mesmo, ou seja, foi o reconhecimento de sua escuridão, e não foi uma entidade externa que representava o mal no Mundo que o tentou. Yeshua foi tentado por sua escuridão e quando compreendeu isso, integrou sua escuridão com sua luz, e fazendo isso chegou até a ascensão total.

   Diferentemente do que muitos pensam, Yeshua era um Mestre bem esquentado. Quando ele encontrava um doente ou aleijado em sua frente, que vinha lhe pedir ajuda, Yeshua deixava bem claro que não era ele quem curava as pessoas, e que as curas só podiam acontecer se a pessoa doente acreditasse na cura, ou seja, a cura vinha de dentro para fora do doente, e não de fora pra dentro. Yeshua ainda era duo muitas vezes com quem chegava até ele, com palavras do tipo “”””a próxima vez que eu te ver, quero ver você curado, caso contrário nem chegue perto de mim””””””
Isso pode parecer algo grosso, mas na verdade era forma que Yeshua encontrava para fazer as pessoas acreditarem nelas mesmas. Yeshua passou seus últimos tempos na Terra tentando explicar para todos seus pupilos e para todos que o ouviam, que todos tinham a mesma capacidade de chegarem aonde ele havia chegado, e inclusive ir até além daquilo. Yeshua sempre quis que todos entendessem que ele era Deus, e que todos os outros também eram Deus e não somente ele. Vocês podem começar a perceber como a história religiosa de Yeshua, que é chamado de Jesus, foi totalmente deturpada e alterada de acordo com os interesses das instituições religiosas.
   Para concluir essa postagem, vou explicar agora o porquê Jesus nunca existiu, caso alguém ainda não tenha entendido.

   Primeiramente, Yeshua era uma consciência arquetípica, sendo a única consciência arquetípica que se sabe que encarnou até hoje nesse Planeta. Yeshua não tinha uma consciência individual como a maioria de nós temos. Yeshua era uma junção de consciências, sendo que pode-se afirmar que todos nós tenhamos sidos e somos Yeshua, pois a grande maioria de nós que estamos nesse Mundo e caminho do despertar, contribuímos para a criação da consciência arquetípica de Yeshua, consciência essa que representava a casa de Sananda e trazia a semente Crística. Yeshua também era uma pessoa feliz e sua história foi totalmente diferente da história inventada de Jesus.
   Jesus de Nazaré foi uma figura totalmente moldada e criada pelas instituições religiosas com interesses obscuros, e como já foi dito antes, hoje existe de forma arquetípica também, devido ao número enorme de pessoas no Planeta que acreditam em Jesus. A grande diferença é que Jesus anda pelos planos astrais e outros planos, c arregrando uma cruz, sofrendo e sangrando. A figura de Jesus é a figura daquele que se sacrificou pela humanidade através da dor e do sangue, e é isso que ele continua fazendo até hoje. O Jesus do lado de lá do véu, é exatamente essa figura que carrega dor, tristeza e sofrimento, carregando uma cruz para todo o lado que vai.
   Já Yeshua Ben Joseph, é a verdadeira consciência arquetípica que representa a energia Crística, e é uma consciência alegre, feliz e radiante, esbanjando alegria, felicidade e saúde.
   Se você encontrar Yeshua em astral ou em qualquer outra dimensão, você o verá radiante, transbordando amor e felicidade, além de que o verá com um belo de um sorriso no rosto. Não existe dor, sofrimento, sangue e nem cruz para ser carregada, e muito menos sacrifício pela humanidade. É por isso que eu digo novamente que Jesus nunca existiu.
E vocês, quando precisarem chamar por alguém do lado de lá, quem vocês vão escolher? Vão escolher Yeshua ou Jesus? Vão chamar por aquele que carrega a abundância, a felicidade e o amor em essência ou aquele que carrega a dor, o sofrimento e a cruz?
   Bem, saibam que os dois atendem aos chamados, e não existe nada de errado em chamarem por um ou pelo outro. São vocês mesmos que devem saber o que estão precisando na vida de vocês e como conseguirem isso, e dessa forma são livres para escolherem quem querem do seu lado e quem chamar, e tudo isso que eu disse não é de forma nenhuma algum julgamento e sim apenas uma pergunta para que vocês posam refletir no que estão querendo na vida de vocês.

 EU SOU O QUE SOU.

 E assim é!

""""""Junte-se a nós em nosso trabalho de uma forma mais efetiva. Conheça nossos canais de comunicação, como a FAN PAGE do blog Trabalhadores da Luz e nosso projeto paralelo que anda de mãos dadas com o Blog, nosso canal no Youtube EU EXISTO e também sua FAN PAGE. Sigam a Fan Page do blog no facebook, sigam a Fan Page do canal Eu Existo no facebook e se inscrevam no canal, assim vocês podem acompanhar todas as nossas novidades, como novas postagens no Blog e novos vídeos, e não se esqueçam de deixar seu like se gostarem. Dessa forma estarão todos contribuindo juntos para nosso crescimento e estarão ajudando a levar nossas mensagens para mais pessoas. Não se esqueçam de divulgarem e compartilharem as Fan Pages e o Canal também. Façam parte desse trabalho juntos de nós.

FAN PAGE do Blog Trabalhadores da Luz: https://www.facebook.com/lightworkers33

CANAL EU EXISTO: https://www.youtube.com/channel/UCnoou8YejQNi8rLw0P9nQPA

FAN PAGE DO CANAL EU EXISTO: https://www.facebook.com/canaleuexisto """""""""""

68 comentários:

  1. Legal! Alguṕem se atreveu a contar sobre Joshua sem medo de levar pancada! Amei!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensei muito antes de escrever esse texto.
      Já queria ter escrito ele a pelo menos umas 4 semanas, mas fiquei segurando.
      Hoje resolvi mandar logo pro ar, sem pensar muito, e sem pensar nas críticas também.
      Quando somos quem somos não podemos ter medo de nos expressarmos.
      Assim é :)

      Excluir
    2. Você conhece o evangelho aquariano? Oque tem a me dizer sobre ele?

      Excluir
    3. Oque vc pode me dizer sobre o evangelho aquariano??

      Excluir
  2. Adorei o texto!! Muito interessante, meus pais sao evangelicos mas na verdade nunca me identifiquei com essa religiao, as pessoas vivem em vigilias porem so vivem no sofrimento e na miseria q ensinamento e este.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é um tipo de ensinamento muito antigo que serve a propósitos antigos. Não é mais interessante hoje. Deve existir uma troca sempre. Dar e não receber é uma forma de permanecer preso na matrix.
      Siga seu coração. Não é pq seus pais são evangélicos que você deve ser também. Siga seu coração e seja livre para buscar a verdade dentro de você mesmo e de conhecer todos os lugares que tem vontade de conhecer, sejam religiões ou não.
      Grande abraço.

      Excluir
  3. Gostaria de saber a origem de jesus qual religiao deturpou a historia verdadeira de jhosua e nos santos eles foram inventados ou existiram eu tenho tantas duvidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todas as religiões deturparam, mas as maiores deturpações começaram na igreja católica.
      O Origem de Jesus em que sentido você diz?
      E os santos também são uma invenção. Existem mjuitas coisas, mas "santos" da forma como é dito nas igrejas é muito fora da realidade.

      Excluir
  4. Tou a refletir tudo tem logica quando ela nasce de tudo Amem

    ResponderExcluir
  5. Olá, gostei do texto. Acho possível...
    E peço desculpas de antemão pelo meu parco conhecimento na questão dentro do estilo de estudo que você traz aqui, principalmente no que toca Jesus, que não é meu mestre de coração.
    O que sei é que muitos crêem nele nos planos físico e espiritual, e que das religiões que o seguem poucos praticam os ensinamentos de amor e tolerância.
    Sei que a Helena Blavatsky diz que ele não integra nenhuma senda, ele é a própria senda, pois é maior que todas elas;
    Sei que outros o tem como governante da Terra, gerente, etc..
    Mas nunca havia lido que O Mestre do Evangelho, no sentido espiritual com o qual os kardecistas o tem, é produto de uma grande 'Ação de Marketing', gerada pela fé, como algo de 'poder da mente, ou Lei da Atração'.
    No sentido do texto, acho que o Jesus histórico se encaixa, o ser espiritual, penso que não.
    Na Fraternidade Branca por exemplo, ele tem a pompa e circunstância e ouvi lá que nós nem sabemos seu nome verdadeiro, completo, pois saber mais que Jesus Cristo invocaria tanta luz que nossos corpos físicos não suportariam a Sua Presença.
    Na minha experiência com o invisível, os anjos, sobretudo o arcanjo Cassiel, crêem nele. Me parece que o Jesus católico e cheio de amor existe no plano espiritual e, sim, é um mocinho com feições bem tristes e ruivo. O que me explicaram ser devido a todos o procurarem com suas dores. Mas, ainda sim, todo amor, sem cruz e usava um roupão branco maravilhoso, que eu confesso queria para mim.
    Cassiel me repreende docemente pela minha devoção a Vishnu, em vez de Brahma, Javé e Jesus...
    O próprio Senhor Javé disse que o meu santo indiano me salvou de uma boa, porque eu não tinha intimidade com o meu anjo da guarda. O anjo deixou o mau passar, Krishna, não, woohooo!
    Nossa Senhora, no que toca minhas dúvidas disse em tom claro: 'Peça para o meu filho.'
    Outro medium no livro O Drama Cósmico de Javé também traz o contato com Jesus, já em seu vulto intergaláctico e de nosso condutor da reintegração com o Universo....
    Parece que o Jesus do cristianismo existe no mundo espiritual... Alguns dizem que existe, sendo uma alma-ramo de Shiva (pesquisem sobre o Xadrez Cósmico e os Vedas).
    Em sonho, dormindo, acredito que tive uma conversa com Jesus, nesse desdobramento, ele ofereceu ajuda e ainda disse que se no tempo dele houvesse bhakti yoga, ele teria tentado...
    Sobre a Mestra Magda, sei pouco ou quase nada sobre, mas está passando um documentário no History Channel chamado Bíblia Proibida, em que contam que ela nem prostituta era... Foi afamada apenas para desmoralizar os ensinamentos que ela transmitia e vieram de Jesus... Tudo para centralização de poder.
    Quando você lê documentos arqueológicos, percebe as nuances de que o cristianismo passa também por um projeto político e de poder, por isso acho totalmente possível o que escreveu.
    Mas aí também gostaria de saber... QUAIS AS SUAS FONTES PARA AFIRMAR ISSO TUDO? Uma ideia 'nova' casa bem com uma explicação de como você, enquanto pesquisador, chegou a esse conceito de haver dois Jesus... E um, ainda por cima,nem é o original.
    Arquétipo por arquétipo, puxando apenas por uma consciência de massas vivificada, Elvis e o Saci e a dona Cuca também ainda estariam por aí... [ brincadeirinha ;) ]
    Aos leitores, digo que embora eu próprio não seja devoto de Jesus, na minha experiência mística e espiritual pude ver que esse mocinho católico existe no plano extrafísico, e dentro do conceito cristão ... Então, continue orando, se você gosta dele.
    Agradeço o seu tempo e me desculpe por qualquer coisa.
    Sou apenas mais um em busca da verdade.
    Obs.: Pessoalmente, quanto à pergunta do texto, não chamaria nenhum dos dois Jesus, quando o calo doesse... Continuaria chamando o Senhor Krishna, que sempre me aparece radiante, ou dançando ou sorrindo, com um baita coroa na cabeça.
    E uma voz realmente do outro mundo de tão linda.
    ;)
    Grande abraço a todos e obrigado.

    EU Sou o que Eu Sou Shankar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uau, que comentário longo. Meu amigo você acabou de bater o recorde de tamanho de comentário desse blog, rssss.....
      Como dito no texto, esse Jesus religioso existe sim nos planos de lá, e mesmo que não o veja carregando a cruz, ainda assim é a mesma figura narrada no texto. Veja que a forma que eu descrevi ele é apenas para fazer uma ilustração, como uma figura de linguagem. Não necessariamente ele vai se apresentar com essas aparências e carregando a cruz, mas quiando você fala da cara triste por exemplo, já remete a tudo que foi dito sobre, rs....
      A diferença entre os dois tipos de arquétipos é que, Yeshua era um Arquétipo angélico, Criado pelas junções de várias consciências angélicas, ou seja, ainda no Cosmos. Foi uma criação CONSCIENTE dos anjos. O arquétipo de Jesus foi criado pela fé, pela crença, pelo fanatismo e foi criado em sua maioria de forma inconsciente, e ainda assim fopi criado aqui na Terra, muito depois de Yeshua ter passado por aqui. Percebe como são coisas bem distintas?
      Mas respondendo sua questão principal.. Minhas fontes são 3.. a primeira e principal é eu mesmo.. minha principal fonte sou eu mesmo, minha Divindade, meu Eu Sou. A segunda fonte é o Círculo Carmesim. Aqui no Blog tem um texto sobre isso, se procurar acha o texto sobre o CC. A terceira fonte é um livro que fala um pouco dessas coisas, e fala coisas que nem comentei nesse texto, sobre a ressurreição por exemplo, que nunca existiu de fato, e sim uma materialização. Esse livfro se chama Cartas de Cristo e pode ser baixado pela net do site oficial, para ler no PC, ou pode ser comprado também... vale a pena dar uma olhada.
      Para concluir, sim, eu também digo que cada um deve continuar orando se gosta dele.... sem dúvidas. O texto foi só para fazer a pessoa reletir um pouco.
      Grande abraço e obrigado pela participação construtiva.

      Excluir
  6. Muito bom ter lido esse post. Estarei acompanhando. Lembro quando li o livro do Saramago, o verdadeiro evangelho de Jesus Cristo,quando foi lançado e depois veio o filme no cinema em 1999, fui bem criticada. Lembro de ter assistido com policiamento na porta, devido as retaliação por parte de crentes. Sempre cri nessa história que acabou de postar só não tinha base. Grata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito interessante essa sua experiência Solange.
      Obrigado por compartilhar.

      Excluir
    2. Também achei magnifico esse texto...Gratidão

      Excluir
  7. parabéns pelo texto , muito elucidativo !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela participação.
      Grande abraço!

      Excluir
  8. Estou ansiosa por receber o texto sobre Maria Madalena...

    ResponderExcluir
  9. Gostei muito de ler seu texto, já conhecia o assunto porque li o livro Cartas de Cristo, Parabéns adorei!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é um excelente livro.
      Obrigado por comentar.
      NamastÊ!

      Excluir
  10. Sou estudante de Kabbalah e essa é a versão judaica,na qual acredito. Apenas difere sobre a morte da filha de Yeshua que teria sido Santa Sara, criada na França. Como vc explica então a herança merovíngia?

    ResponderExcluir
  11. Comecei a ler as Cartas de Cristo atualmente e de certa forma muito do q está posto lá não é nenhuma surpresa para mim, pois há muitos anos atrás li "Conversando com Deus" - os três livros- dentre outras leituras torna-se mais evidente q todo poder está na nossa mente. Abcos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Excelente Rosangela.
      Essa foi a mesma sequência que tive anos atrás. Li a trilogia Conversando com Deus em 1 semana... os 3 lifros em uma semana apenas..... Depois li Cartas de Cristo e O poder do Agora....
      Conversando com Deus foi o que meu aquele clique pro despertar.... Eram coisas que eu ja sabia mas me esquecia..... mas começou ali a coisa toda....

      Excluir
  12. ´q c0|sa,,,,rnt f0rte ne,,,,,|a sab|a a|g, c0|sa neste sent|d0,,,,crn d adã0 e eva,,,,,rnacã,,,,,td s|rnb0|0g|a,,|nvencã0 d |gre|a a f|rn d n0s rnanter s0b c0ntr0|e,,a |he c0nvén,,,,achava q |esys era extraterrestre,,,,nen acred|tava n b|b|| sagrada,,,,nen ern cat´0||c0,,,,,b|

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe mas não consegui entender nada do que escreveu.
      Abraços!

      Excluir
  13. Toda esta "estória" de Jesus morto na cruz é a sustentação de um holograma criado pelos controladores da humanidade, afim de perpetuar a culpa pela sua morte. Yeshua nunca morreu na cruz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí já entramos em outra questão, que teria de ficar para outra postagem, assim como a famosa "ressurreição" que também nunca aconteceu, rs

      Excluir
  14. Parabéns excelente texto verdadeiro!!!

    ResponderExcluir
  15. olá amigo Vini Shaumbra ,gostei da matéria ,o ser humano é hipocrita ,criaram esses sofrimentos e dores numa história que não mudou o comportamento do homem ,egoísta ,perverso ,misturam o amor e o odio dentro de sí,as suas energias sustentadas pelo cosmico universal alimentam o ego e a maldade ,me diz você acredita em reencarnações ,isso eu tenho certeza ,obrigado pela oportunidade !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvidas amigo.
      Acredito em reencarnação, mas não em ressurreição, rs..
      Abraços!

      Excluir
  16. muito bom, normalmente as pessoas boas sao corajosas, nao oferecem a outra face, sao felizes, irradiantes, e nao sofredoras, nao acredito q jesus viva carregando uma cruz, ja q ele nunca existiu, mas talvez poça existir pq as pessoas pensam q ele exista, e acredito mesmo q as instituições religiosas deturparam tudo, e q querem controlar as massas e tao do lado do governo

    viva Yeshua Ben Joseph, e viva nos os verdadeiros deuses, e todos nos podemos ultrapassar esse iluminado e sermos mais do q luz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essencialmente, todos somos Deus.. somos Deuses.... :)

      Excluir
  17. Claro que existiu um homem incomum conhecido na época por IESUS, Issa, Ictus e outros nomes que lhe queiram hoje chamar, sendo o Jesus Cristo a quem dirijo meus pensamentos como todas as pessoas que nele crêem e não têm vergonha de o afirmar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, acho que você não entendeu a essência da mensagem. É necessário que leia novamente e sem ler na defensiva.
      Abraços!

      Excluir
  18. Pouco importa o nome que muitos espiritualistas preferem hoje atribuir a Jesus Cristo supondo que seja o mais verdadeiro, pois ele existiu mesmo e sua história (bem ou mal contada) é conhecida no mundo inteiro, sendo certo que naquele tempo já era conhecido por outras designações, como ICTUS (peixe em grego) que quer dizer Iesus Christus Teos Uios Sother (Jesus Cristo Filho de Deus Salvador) além de Santo de Lasa quando andou por terras do Oriente, e por Iça como o conhecem os Muçulmanos. O mais importante é reconhecê-lo e afirmá-lo de coração propagando sua Mensagem sem criar guerra ou divisão. É isso que penso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Respondo a mesma coisa que respondi em seu primeiro comentário.
      Abraços!

      Excluir
  19. Jesus não era cristão, nem Buda era budista, nem Maomé era muçulmano. Tudo invencionices de religiões.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. No máximo Yeshua foi Judeu muito mais por pressão da sociedade e porque ele tinha realmente vontade de desvendar tudo, mas ao mesmo tempo ele era contra o judaísmo daquela época.
      Abraços!

      Excluir
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  21. Quando você diz que Jeshua não foi casado com Madalena, você insinua que alguns canalizadores sérios que afirmam o contrário estariam equivocados?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eduardo. Sugiro que releia o texto e preste atenção no começo do texto, pois lá está a resposta para sua pergunta.
      Abraços!

      Excluir
  22. Gratidão pelo esclarecimento!
    Viva yeshua, o cristo.

    ResponderExcluir
  23. Por favor,
    me esclareça

    como vc conhece essa história que acabou de postar?
    como tem certeza que seja a certa?

    Desculpe a minha ignorancia, mas de uns tempos pra cá tem vindo tantas histórias, tantos mestres, tantas mensagens atribuidas aos anjos, arcanjos, mestres, etc..

    que algumas mensagens faz sentido, mas leio um pouco sobre esse assunto, e estou um pouco perdida.

    apesar de saber que as religiões moldaram a história do mundo aos seus interesses, fico assustada se tudo que tem vindo é verdade

    se puder esclarecer
    ficarei muito grata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu conheço essa história através de recordações de vidas passadas que tive naquela época, e também de algumas leituras encontradas no Círculo Carmesim e no livro Cartas de Cristo.
      Para você descobrir a sua verdade, busque dentro de você. Analise tudo o que recebe e leve para dentro, e faça uma análise com sua alma sobre as verdades que chegam a ti, e assim terá a sua verdade.
      Abraços!

      Excluir
  24. Você conhece a obra de Ramatis "O SUBLIME PEREGRINO", caro Vini? Se não conhece aconselho uma leitura da mesma e decerto encontrará ali muitos esclarecimentos que lhe faltam certamente sobre a vida de Jesus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rui, eu não conheço essa obra em específico, mas levando em consideração que Ramatis é uma literatura Espírita, eu ja adianto que tenho certeza que o conteúdo é o mesmo ou parecido com o que existe em muitos lugares.
      A coisa não funciona quando não concoirdamos com algo e queremos que o outro mude a opinião dele, pois temos certeza de que nossa crença é a correta, por isso mesmo não me importa se você acrtedita nesse texto ou não, pois não é minhya intenção que você e nem ninguém mude suas crenças através de minhas escritas. Minyha intenção é somente levar meu conhecimento ao próximo, não como verdade absoluta, mas como uma parte da verdade.
      Abraços!

      Excluir
  25. Já agora gostaria que visse esta minha página de meu site pessoal sobre Jesus e sua ligação aos Essénios:

    http://www.novaera-alvorecer.net/os_essenios_e_jesus.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verei a sua página amigo.
      Eu fui um dos Essênios e andei com Yeshua naqueles tempos, e muito do que escrevo vem de recordações de vidas passadas, e nesse texto em específico, da vida em que fui um essênio e andei com Yeshua.
      Verei seu conteúdo, mas sugiro que não perca tempo querendo que as pessoas enxerguem da mesma forma que você.....
      Grande abraço!

      Excluir
    2. Também sinto que já passei por esse tempo e conheci de perto a figura de Jesus, caro Vini, por isso lhe pergunto se vc pensa também que ele nem foi torturado nem crucificado (já que diz que foi casado e teve filhos) ou se morreu com boa idade como alguns afirmam numa qualquer cidade na India. Hoje muitas coisas se dizem sobre Jesus, algumas sendo verdade outras não, pelo que o melhor mesmo é seguir seus bons ensinamentos e dar ao mundo nossa melhor contribuição. Penso que é ésse o verdadeiro propósito de todos os Trabalhadores da Luz que seguem Jesus pouco importando os nomes que lhe têm atribuido dentro ou fora da religião. O importante é o Amor e o Perdão e viver a vida com rectidão, sendo esse o caminho da Salvação!

      Excluir
  26. Rui, obrigado pelo link. Para mim, o texto indicado é o grande presente de toda essa polêmica saudável, mas que, sim, requer parcimônia, muita parcimônia mesmo, já que as informações vindas do invisível nem sempre vêm de fontes confiáveis e até maliciosas, como ensinou Kardec. Então... Um Jesus, vegetariano, nos moldes do que Buda e os iogues ensinam? Sem peixe ou a vida preciosa de outro ser de Deus sacrificado na mesa? É uma boa notícia! #govegan #vaiJesus #vaiKrishna

    ResponderExcluir
  27. Não pretendo impôr minhas ideias ou convicções pessoais, como você não pode esperar que toda a gente concorde com o que vc pensa e escreve sobre a figura de Jesus conhecido por diversos nomes, que na verdade ele pouco se importa com isso e tenho a certeza que nunca deixará de ouvir quem a ele se dirija, seja pelo modo mais comum da religião ocidental ou oriental, caro Vini. De qualquer forma entendo o que vc pretende dizer nesse seu artigo com o título "JESUS NUNCA EXISTIU" para despertar a atenção sobre aquilo que vc pensa de forma diferente da religião, uns concordando consigo e outros não. Também escrevo aquilo que penso sobre muitas coisas e não posso esperar que todos concordem comigo, podendo apenas exprimir meus pontos de vista segundo a minha visão da verdade que no entanto não é exclusiva de ninguém e cada um a suporta ou não conforme sua capacidade. Quanto à obra de Ramatis que referi, penso que seria bom vc lê-la, seja literatura espirita ou não, pois vc mesmo até aceita que já viveu noutras vidas e por isso ao negar a veracidade dessa obra vc estará simplesmente a cair em contradição.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, eu já li muitas obras de Ramatís e eu conheço profundamente a linha dele. O último livro dele que eu li faz apenas 4 semanas, um livro antigo que se chama a vida no planeta marte e os discos voadores.
      Eu vou te repetir algo: Eu fui espírita por muitos anos da minha vida, e seguia exatamente essa linha, até perceber que no espiritismo também havia crença e dogma, sem liberdade de pensar por si só. Essa foi a MINHA percepção.
      Eu conheço Ramatis muito bem, e só pela forma como você defende sua opinião e fala do livro, eu já mconhecendo a linha de Ramatis, consigo imaginar perfeitamente o teor do livro, e no momento não estou interessado em ler. Quem sabe no futuro...
      Amigo, eu não preciso ser espírita para saber da existência de vidas passadas. Eu acredito que o espiritualismo livre trás muito mais respostas do que alguma religião, ainda que o espiritismo se diga não religião, é o que mais se parece.
      Eu achei engraçado... Você diz que se eu negar a veracidade dessa obra eu estaria caindo em contradição.. Qual contradição? Então quer dizer que eu sou obrigado a acreditar nessa obra porque ela tem a verdade absoluta, e se eu não concordar com ela então eu estou me contradizendo? Sério, não entendi....
      Me desculpe mas eu confio muito mais em minha Divindade, em meu EU SUPERIOR, do que em qualquer obra escrita por qualquer espírito evoluído ou de luz. Tudo que vem de fora serve apenas como parâmetro para algo, mas nunca pode chegar como uma verdade para mim. Minhas verdades eu mesmo descubro buscando internamente, dentro de minha ALMA, e não é porque é de Ramatis que eu deveria idolatrar ou achar que sabe mais do que eu.
      Grande abraço.

      Excluir
  28. Seu texto nos faz refletir e nos despertar para nossa busca e despertar. Curiosidade minha sobre Circulo Carmesim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://lightworkers33.blogspot.com.br/2015/03/um-chamado-aos-anjos-encarnados-o.html

      Excluir
  29. Olá Vini, provavelmente não terei como ler sua resposta, mas gostaria muito .Estou com 62 anos e acredito estar despertando agora, há cerca de 2 meses mais ou menos. Não "sei"nada, estou aprendendo apenas busacando e lendo pela internet,e, tiro minhas próprias conclusões e quando em dúvida deixo perguntas na esperança de ser respondida (até hj só uma pessoa me respondeu rsrsrsr), mas sempre sempre, desde pequenina (6 anos) que tinha duvidas sobre o que me contavam e ensinavam, não achava que era daquele jeito. Já fui chamada de várias coisas pelo sobre meu modo de pensar sobre este assunto, o (meu) Jesus era "normal. Hoje em dia vejo na net algumas coisa que dizem muito do jeito que penso e acho, mas ainda fico confusa por não ter com quem conversar e me orientar sobre. Mas, tbm acho que qdo EU e ELE estivermos lado a lado aí sim, ficarei sabendo a verdade VERDADEIRA,(risos), não que esteja dizendo que o que leio é mentira (quem sou eu, longe disso), é que são muitas informações.Um abraço a vc, parabéns e espero que EU possa ter vc como alguém que possa sanar minhas duvidas de principiante. Grata.!!!! P.S: Desculpe o texto longo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fátima...
      Eu te respondi por e-mail....
      Você recebeu minha resposta?

      Excluir
  30. QDO ESTIVE NO MONTE DAS OLIVERIAS ME PERGUNTEI SE CRISTO REALMENTE HAVIA EXISTIDO E CONCLUI QUE SE EXISTIU OU NAO REALMENTE NAO IMPORTA. O QUE IMPORTA É O ENSINAMENTO BASICO QUE NOS ENCONTRAMOS EM SUA "SUPOSTA HISTORIA" E QUE ENSINOU: ... AME AO PROXIMO COMO A VOCE MESMO!!!
    NAO FAÇAMOS AO PROXIMO O QUE NAO QUER PARA TI MESMO!!!
    SE ESTE PRINCIPIO FOSSE VIVIDO POR TODOS, CERTAMENTE ESTE PLANETA SERIA UM MUNDO MELHOR PATA TODOS!!! NAO HAVERIA GUERRAS, NEM INJUSTIÇAS, NEM DESIGUALDADE!!!
    O PROBLEMA É QUE SABEMOS MUITAS COISAS E NAO FAZEMOS NADA COM ELAS!!! O CONHECIMENTO SEM PRACTICA É UM CONHECIMENTO MORTO, DE NADA SERVE UM CONHECIMENTO SE NAO O APLICAMOS EM NOSSAS VIDAS !!! PAZ E BEM A TODOS!!!

    ResponderExcluir
  31. Receio que no judaísmo nada exista também a respeito de Yeshua Ben Josef. No entanto, deixo um link a respeito dessa turvada história.

    http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/paguei-pra-ver

    ResponderExcluir
  32. me conta sobre os gnosticos daquele tempo, e o que vc acha dos gnosticos de agora da antiga ordem de samael aun weor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho conhecimento suficiente da história completa da Gnose para saber se naquela época ela já existia, mas em se tratando da Gnose de Samael e sua igreja, eu diria que não tenho nenhum tipo de afinidade com a energia da egrégora dele.
      Grande abraço.

      Excluir
  33. No começo fiquei meio intrigada com o texto o que me fez ir até o fim rsrsrs. Isso porque fui educada no catolicismo mas sempre sentia que aquilo não era "certo", fui atrás do espiritismo (me senti "chamada") e ao longo do tempo ainda faltava alguma coisa e fui abrindo minhas fontes de pesquisa. Hoje me denomino espiritualista porque tenho certeza que não existe uma única verdade absoluta mas sim infinitas possibilidades. Seu texto abriu mais um pouco minha mente e aguçou minha curiosidade. Já ouvi falar desses livros que mencionou nos comentários mas não li. Programando minha ida à livraria já! Rsrsrs.
    Recebendo as respostas para meus questionamentos de forma tão rápida que me assustaria se já não soubesse do poder da nossa mente. Ah, tenho esse livro o Poder do Agora mas nunca li. Vou dar uma olhada.
    Obrigada pelo texto!

    ResponderExcluir
  34. É um texto que leva à uma certa confusão para quem tem os modelos do catolicismo bastante enraizados. Difícil acreditar que Jesus nunca tenha existido. Minha opinião. Pra mim é um mistério ´toda a história de Jesus. Se de fato nunca tivesse existido, ou se tivesse existido e não fosse ao menos parecido com o que se tem em mente sobre Jesus, Deus mesmo já teria posto fim a tudo isto que cerca a vida de Jesus. Nunca se saberá com precisão e completude, toda as informações sobre a vida e propósito de jesus. É um mistério. Jesus se resume em fé: ou você acredita, ou não acredita. Explicações trazem dados que muitas vezes nem tão verdadeiro são....mas nunca trarão fé!

    ResponderExcluir