Translate

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

O vício no sofrimento e a crença no "depois piora"

Olá meus irmãos de jornada.
Acho que estou já a algum tempo sem escrever, eu sei disso.
Estou lhes devendo textos, rssss

Na nossa vida, sempre passamos por momentos e, com este blog, não é diferente.
Como vocês sabem, eu dependo da minha disposição, inspiração, e atividade dos outros planos para escrever e, nesse período, parece que faltou tudo isso, hahahahaha, mas isso não é problema, pois estou de volta.

Hoje vou falar sobre um tema importante. Não que os outros temas que eu escrevo não sejam importantes, mas este realmente é um tema que precisa da atenção de todos vocês.
Como já devem ter visto, vou falar sobre o vício no sofrimento, e também sobre a crença de que, sempre que as coisas estão boas, elas pioram depois.

A começar pelo vício no sofrimento. O que seria ser um viciado no sofrimento?
Quase ninguém sabe, mas a maioria é viciado no sofrimento.
Ao falar sobre isso, já estará intimamente ligado com a crença do "quando tudo está bom, depois piora".
Na nossa vida, de quando nascemos até o momento de agora, passamos por momentos em que nos sentimos magoados, sofrendo, tristes, decepcionados, doentes.....
Vou usar aqui um exemplo clássico. A depressão.
A depressão é uma doença muito comum hoje em dia, e ela volta na maioria das pessoas que se "libertam dela". Vocês sabem o porque disso?

Nós estamos acostumados a vivermos com um tempo psicológico. O tempo dividido entre passado, presente e futuro.
A única questão é que, o tempo é uma verdadeira ilusão, e p único tempo que existe, é o AGORA.
Vocês já me viram escrevendo isso em outros textos, e eu ainda irei escrever um texto somente sobre o AGORA, mas neste momento, vou focar no tema de hoje.
Quando as pessoas deixam de viver o AGORA, e vivem de acordo com passado e futuro, elas dão poder para a mente, e são controladas pela mente, no lugar de serem as donas de suas mentes. Mas qual o problema disso?

A resposta é simples. Dualidade.
A mente é condicionada a acreditar na dualidade, que de fato, existe de certa forma neste Planeta.
Desde pequenos, acreditamos nas dualidades, por exemplo, no bem e no mal, como já foi muito falado por aqui.
Mas aonde entra a depressão nisso?
Simples. Imaginemos que uma pessoa está com depressão. Primeiramente, a depressão é causada por ela estar vivenciando e desperdiçando muito mais sua energia no passado, do que vivenciando o AGORA.
O que acontece então? Como estamos condicionados a deixar que a mente tome o controle, a pessoa que vai vivendo com a depressão, mesmo que inconscientemente, acaba se acostumando com o estado de estar depressiva.
Isso pode ser visto claramente, nos casos em que, a pessoa tem depressão, toma remédios, parece que se liberta da doença, mas quando ela está livre, ela sente que lhe falta algo. Ela agora não se sente mais deprimida, mas também não se vê feliz como as outras pessoas. Ele sente falta de um pedaço dela. Essa é a sensação. Vocês já devem ter imaginado que, o que ela sente falta, é exatamente da sensação de estar depressiva. Sendo assim, ela volta a ficar depressiva depois de um certo tempo e, não entende, o porque disso.

Vamos usar um caso clássico agora. Um usuário de drogas.
O usuário, que está mais para "viciado", e que resolve largar a droga, nem que seja se internando, e de fato, consegue largar a droga, depois de um certo tempo sem a droga, ele pode perceber que, está mais deprimido do que quando fazia o uso e vinha a depressão depois do uso.
Obviamente que, em muitos casos, o fator abstinência conta, mas existe um fatos obscuro por trás disso tudo, que é a própria sensação de abstinência.
Vamos imaginar a cena. A pessoa é viciada, e esse vício, começa a desenvolver transtornos psiquiátricos, geralmente pela culpa e medo que ela mesma impregna nela mesma.
Ela começa a se cansar de se sentir com esses sintomas, e resolve pedir ajuda. Se interna em uma clínica, e depois de sua recuperação, sai de lá.
Ela agora está usando medicamentos para manter seu humor e não a deixar depressiva. E realmente, parece que algo está diferente. A pessoa nem sente mais a mínima vontade de usar a droga, mas algo começa a acontecer. Ela começa a se sentir infeliz. Novamente, começa a sentir que lhe falta algo. Alguns, acreditem, até começam a sentir falta daquelas noites sem dormir, em que estavam ansiosos, ou com ataques de pânico ou depressivos.
ESSE É O VÍCIO NO SOFRIMENTO.
Mais do que o vício da droga, as pessoas são viciadas em sofrimento.
E É EXATAMENTE POR ISSO, QUE QUANDO AS COISAS COMEÇAM A MELHORAR, "TUDO DESABA DEPOIS".

Isso é pior ainda, nas pessoas que vivem repetindo que, depois da tempestade, vem a bonança, ou que, sempre que as coisas estão boas, elas pioram, ou até mesmo, que se melhorar PIORA. Como podem dizer uma coisa dessas? Percebem o quanto elas se limitam e como criam suas realidades, ao dizer que se algo melhorar, piora ou estraga? Seria super normal, todos dizerem que, se melhorar, será melhor ainda.
A pessoa já é viciada no sofrimento, e ainda cria sua realidade de forma negativa repetindo esses tipos de frases.
Mas aonde entra a dualidade nisso tudo?
Pensem comigo. A pessoa que está presa à mente, presa à dualidade, ela provavelmente acredita no certo e no errado, no bem e no mal, ou seja, nos dois lados da moeda.
Quando a pessoa está presa nessa crença, ela mesma está determinando que, quando ela estiver bem, e as coisas estiverem fluindo, depois tudo vai se perder e as coisas vão ficar mal, justamente, porque o BOM não pode existir se o RUIM não existir. Então tudo isso acaba virando uma coisa cíclica.

Podemos perceber então, 2 fatores importantes com todo esse texto de hoje.
Primeiramente, o vício no sofrimento, que é mais comum ainda do que se possa imaginar, na grande maioria dos seres que habitam esse Planeta.
Podemos entender que, isso acontece, porque as pessoas acreditam que essas sensações ruins, são realmente parte dela, então, quando elas se livram da sensação ruim, sentem saudades da mesma, as chamando de volta.
Seguido a isso, muitas pessoas acreditam realmente que, sempre que as coisas estão boas, elas vão piorar, e vice versa, criando seu próprio ciclo, como um cachorro mordendo o seu próprio rabo, ou correndo atrás do próprio rabo. Nesse caso em específico, é bem óbvio que a pessoa nunca poderá manter uma estabilidade, ou uma ascensão sem fim, mesmo que haja alguns momentos difíceis no percurso, porque ela mesma diz que as coisas vão piorar. Quando as coisas estão ruins, elas sabem que vão melhorar.....
Juntando esses 2 fatores, podemos entender a maioria das desgraças internas, ou guerras internas vividas por muitas pessoas.

Meus irmãos, vocês, e inclusive EU MESMO, precisamos viver somente no AGORA.
Somente o agora é realidade.
Não desperdicem energia com o que já aconteceu, ou com o que ainda não aconteceu. Sintam o prazer de viver sempre o AGORA.
Se policiem para ver se não estão se viciando em sensações, padrões emocionais negativos, pensamentos impróprios, e tudo o mais que possa dificultar sua felicidade. Se policiem para ver se não estão usando frases como "sempre que as coisas estão boas elas pioram", e frases desse gênero, ou de qualquer gênero que possam criar uma realidade incômoda na vida de vocês.
Para sermos trabalhadores da luz, trabalhando 100%, com todo nosso potencial, precisamos nos livrar das amarras mentais, das ilusões, das dualidades, e sermos os donos de nossa mente, e não o contrário.

Espero que esse texto de hoje, depois de tanto tempo sem escrever, possa servir de aprendizado, lembrança, inspiração, ou que traga no mínimo algo de bom, para todos que o lerem.
Sei que muitos vão se encontrar nessas situações descritas, ou em situações parecidas, e agora vão começar a entender melhor o PORQUE de viverem tão infelizes.

Que a Luz da Consciência Cósmica Universal, e dou Eu sou de cada um de nós, possa brilhar eternamente no coração de cada um de vocês.

Que assim Seja. Assim já É.

AMOR, AMOR, AMOR.

""""""Junte-se a nós em nosso trabalho de uma forma mais efetiva. Conheça nossos canais de comuniação, como a FAN PAGE do blog Trabalhadores da Luz e nosso projeto paralelo que anda de mãos dadas com o Blog, nosso canal no Youtube EU EXISTO e também sua FAN PAGE. Sigam a Fan Page do blog no facebook, sigam a Fan Page do canal Eu Existo no facebook e se inscrevam no canal, assim vocês podem acompanhar todas as nossas novidades, como novas postagens no Blog e novos vídeos, e não se esqueçam de deixar seu like se gostarem. Dessa forma estarão todos contribuindo juntos para nosso crescimento e estarão ajudando a levar nossas mensagens para mais pessoas. Não se esqueçam de divulgarem e compartilharem as Fan Pages e o Canal também. Façam parte desse trabalho juntos de nós.

FAN PAGE do Blog Trabalhadores da Luz: https://www.facebook.com/lightworkers33

CANAL EU EXISTO: https://www.youtube.com/channel/UCnoou8YejQNi8rLw0P9nQPA

FAN PAGE DO CANAL EU EXISTO: https://www.facebook.com/canaleuexisto """""""""""

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia mais: http://www.limontec.com/2017/09/como-minerar-xmr-atraves-de-visitas-em.html#ixzz4sxe80100